Programação completa de shows do Festival Fora do Eixo

3 dez

121117-FrontL_1.2

Entre 12 e 16 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe a terceira edição do Festival Fora do Eixo, realizado pelo Circuito Fora do Eixo e pelo coletivo carioca Ponte Plural. A edição de 2012 apresenta bandas em destaque na nova cena musical brasileira em três cidades do estado: Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo.

A festa de abertura do Festival será no Studio RJ, no dia 12 de dezembro (quarta-feira), em uma edição especial do evento “Cedo e Sentado Fora do Eixo”, que tem entrada franca. Nesta noite, o Palco Cedo e Sentado recebe o lançamento dos discos de duas bandas formadas por dream teams da nova geração musical: Me and The Plant Fábrica.

VITOR PATALANO_ME AND THE PLANTDIVULGAÇÃO 1

Me and The Plant lança o primeiro disco, produzido por Vítor e Alexandre Kassin (Los Hermanos, Caetano Veloso, Nação Zumbi). Eles compõem a banda no vocal e guitarra, respectivamente, ao lado dos integrantes do Los Hermanos Rodrigo Barba (bateria) e Gabriel Bubu (baixo), além de Marcos Lobato, ex-integrante d’O Rappa, nos teclados e guitarra slide. A Fábrica, formada por Emygdio Costa (Sobre a Máquina), Ricardo Gameiro (Cícero e Sobre a Máquina), Gabriel Feitosa e Lucas Alves (Stereomob), também lança seu álbum de estreia. Com 10 faixas, o disco foi produzido por Igor Ferreira (Orquestra Imperial, Caetano Veloso, Adriana Calcanhoto), que também assina a gravação, mixagem e masterização, junto com Emydgio.

Foto(4)OTM-Base-FernandobowbowNayah

No dia 13 de dezembro (quinta-feira), o Festival atravessa a Ponte e desembarca na Praia de Icaraí, em Niterói, onde estará montado o Palco Pluralize. As bandas niteroienses Nayah e Bow Bow Cogumelo abrem a noite. Na sequência, se apresenta a carioca El Efecto, com o show do elogiado álbum “Pedras e Sonhos”, lançado em 2012. Fechando a segunda noite do Festival, O Teatro Mágico apresenta, pela primeira vez na cidade, o show de seu mais recente álbum, “A Sociedade do Espetáculo”, que completa a trilogia da trupe que se consolidou como principal fenômeno da internet no Brasil, com mais de seis milhões de downloads oficiais na rede, milhões de views no Youtube, centenas de seguidores e fãs em redes sociais, além de grande visibilidade na mídia tradicional.

 

IMG_6186folks2o vazio foto177312_338263896272859_1827580296_o

 

No dia 14 de dezembro (sexta), o Festival sobe a serra até Nova Friburgo. Nessa noite, o Palco Serra Elétrica recebe o show da banda Autoramas, que lança o álbum “Música Crocante”, gravado com recursos arrecadados em uma campanha de crowdfunding. Também se apresenta a banda Folks, formada por remanescentes do underground carioca influenciados pelos sons que marcaram suas experiências de estrada ao longo dos anos. A banda O Vazio, que está atualmente gravando seu novo álbum, “Quem tá no rock é pra isso”, fecha a noite com seu um rock enérgico, criativo, irreverente e autêntico. Fechando a noite, a banda local Hell Oh traz seu de indie rock com influências do alternativo pós 2000 e de bandas de rock dos anos 60.

Gaby AmarantosJoão Brasil - I Hate Flash_X0Z7299mahmundi

A festa de encerramento do Festival Fora do Eixo acontece no dia 16 de dezembro (domingo), no Palco Fora do Eixo, no Circo Voador, com uma noite dançante. Com entrada gratuita até às 21h, a banda Mahmundi abre os trabalhos apresentando o EP “Efeito das Cores”, recheado de efeitos sonoros. A vencedora do Prêmio Multishow de 2012 na categoria “Experimente”, a banda Tereza, de Niterói, dá sequência à festa com as músicas de seu álbum de estreia “Vem ser artista aqui fora”, gravado no estúdio Toca do Bandido pelo produtor musical Tomás Magno. Em seguida, o talentoso carioca João Brasil, vencedor do Prêmio Rio Noite na categoria DJ Pop, anima o público com suas divertidas mash ups.

 

Fechando a noite de encerramento do 3º Festival Fora do Eixo, a paraense Gaby Amarantos canta os sucessos de seu premiado álbum “Treme”, incluindo os hits “Xirley” e “Ex Mai Love”, música-tema da novela “Cheias de Charme”, da Rede Globo.  Vencedora de prêmios da MTV, Multishow, Bravo e indicada ao Grammy Latino como “Artista Revelação”, Gaby Amarantos é, sem dúvidas, a artista de maior destaque deste ano.

Em 2010, o Festival Fora do Eixo foi considerado pelo jornal O Globo, o “maior evento do indie nacional a acontecer no Rio em muito tempo”. Em 2011, o evento foi contemplado pelo primeiro Edital de Fomento a Festivais da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, nesse ano, o Festival integra o cronograma do projeto Conexão Vivo para realizar sua maior edição. O Festival Fora do Eixo é uma das maiores ações de circulação de artistas independentes no país e se destaca por reunir as principais bandas da cena cultural contemporânea, nos mais renomados palcos das cidades, além de estender sua programação para o interior do estado.

 

Sobre o Conexão Vivo

 

Mais de uma centena de projetos musicais de todo o país fazem parte do Programa Conexão Vivo, que reúne shows, festivais independentes, gravação de CDs e DVDs, produção de videoclipes, programas de rádio, oficinas e seminários, compondo uma rede nacional e permanente de atividades culturais, que envolve artistas, gestores e produtores culturais, iniciativas públicas e privadas.

 

O Conexão Vivo realiza ao longo do ano um circuito próprio de eventos onde toda essa diversidade de ações acontece conjuntamente. Além disso, o programa está presente em muitas das mais importantes iniciativas da cena musical brasileira, seja com o patrocínio de projetos ou parcerias artísticas em eventos de destaque no calendário nacional, e outros festivais independentes.

 

“O Conexão Vivo representa a diversidade”, afirma Gaby Amarantos, uma das primeiras apostas do projeto. Presente em ações do Programa desde 2008, a musa do Pará ilustra perfeitamente a capacidade do programa de contribuir para o fortalecimento de carreiras, articulando ações presenciais com o ambiente virtual. Ao fazer uma clara opção pelo setor independente, responsável por mais de 80% da produção nacional, o Conexão Vivo busca revelar e difundir a música produzida no país, incentivando a criação de propostas artísticas inovadoras.

Festival Fora do Eixo no Circo Voador

3 dez

A festa de encerramento do Festival Fora do Eixo Rio de Janeiro acontece no dia 16 de dezembro (domingo), no Palco Fora do Eixo, no Circo Voador, com uma noite dançante. Com entrada gratuita até às 21h, a banda Mahmundi abre os trabalhos apresentando o EP “Efeito das Cores”, recheado de efeitos sonoros. A vencedora do Prêmio Multishow de 2012 na categoria “Experimente”, a banda Tereza, de Niterói, dá sequência à festa com as músicas de seu álbum de estreia “Vem ser artista aqui fora”, gravado no estúdio Toca do Bandido pelo produtor musical Tomás Magno. Em seguida, o talentoso carioca João Brasil, vencedor do Prêmio Rio Noite na categoria DJ Pop, anima o público com suas divertidas mash ups. Fechando a noite de encerramento do 3º Festival Fora do Eixo, a paraense Gaby Amarantos canta os sucessos de seu premiado álbum “Treme”, incluindo os hits “Xirley” e “Ex Mai Love”, música-tema da novela “Cheias de Charme”, da Rede Globo.  Vencedora de prêmios da MTV, Multishow, Bravo e indicada ao Grammy Latino como “Artista Revelação”, Gaby Amarantos é, sem dúvidas, a artista de maior destaque deste ano.

BANDAS

Gaby Amarantos

Vencedora de prêmios da MTV, Multishow, Bravo e indicada ao Grammy Latino como artista revelação, Gaby Amarantos é, sem dúvidas, a cantora de destaque do ano. No Fetsival Fora do Eixo, a Gaby Amarantos  apresentará o show do premiado álbum “Treme”, incluindo hits como “Xirley” e “Ex Mai Love”, que foi a música-tema da novela Cheias de Charme, além de novas músicas como “Beba Doida”. O tecnobrega se popularizou, o gênero quebrou barreiras e conquistou o público. Prova disso são as notícias geradas em todos os lugares do mundo, sobre a cantora e o ritmo.

 

João Brasil - I Hate Flash

 

No final de 2011, João Brasil, tocou para duas milhões de pessoas no palco principal do reveillon da praia de Copacabana, uma das maiores festas do mundo. David Guetta também tocou nessa noite. João assinou e assina a trilha sonora da queima dos fogos da festa por três anos consecutivos. Norman Cook, mais conhecido como Fatboy Slim, declarou na MTV brasileira que seu artista favorito nacional é João Brasil. Em Maio de 2011 ele lançou um single inspirado na tropicalidade brasileira, chamado L.O.V.E. Banana, pela Man Recordings, importante gravadora alemã, com participação especial de Lovefoxxx (CSS) e com bonus track de Gaby Amarantos, a rainha do Tecnobrega do Pará. João Brasil fez uma promessa diferente no final do ano de 2009: fazer um mashup por dia, em 2010. O resultado foi o blog 365 mashups, aonde ele misturou Beatles e Tom Jobim ao funk carioca, levou Jay-Z à Bahia e colocou Michael Jackson em cima do trio elétrico de Ivete Sangalo. Polêmico, ele gosta de fazer mashups que questionam os limites do bom gosto, contrapondo ritmos regionais e periféricos à música pop internacional. No Youtube, seus vídeos são um sucesso com mais de 1 milhão de acessos, com misturas até de depoimentos jornalísticos a funk. João também cria videoclipes para suas próprias músicas e remixes para outros artistas, além de colagens visuais na mesma linha do seu som.

_X0Z7299

Vencedora do Prêmio Multishow de 2012 na categoria Experimente, a Tereza começou há 3 anos, quando os cinco amigos de infância, Mateus Sanches, João Volpi, Sávio Azambuja, Rodrigo Martins e Vinícius Louzada ensaiaram pela primeira vez um repertório de músicas autorais totalmente inovador. Influenciados principalmente pelo indie rock pós 2000, britpop dos 80, somados a ritmos brasileiros como o funk, suas músicas revelam uma ótima mistura do novo com o pop. O nome da banda, batizada naquele mesmo dia, é Tereza em homenagem a uma amiga de infância dos rapazes por quem todos eram apaixonados. Em 2012, a banda lançou o seu primeiro disco “Vem Ser Artista Aqui Fora”, gravado no estúdio Toca do Bandido pelo produtor musical Tomás Magno, que  vem rendendo boas resenhas e sendo destaque tanto na mídia online, impressa (Segundo Caderno, O Globo) e televisiva (Estúdio I, RJ TV, Multishow e MTV). A banda foi um dos assuntos mais comentados no twitter do Brasil e do mundo na véspera da festa de lançamento do disco no Teatro Rival Petrobras.

 

mahmundi

 

Marcela Vale é uma jovem compositora e musicista carioca que atende pela alcunha de Mahmundi: um projeto bem desenhado onde a artista se descreve em cores variadas, deixando aflorar sentimentos musicados em forma de presentes sonoros. Acompanhada de Lucas de Paiva (co-produção e sintetizadores) e Felipe Vellozo (baixo), Marcela se rodeia de efeitos sonoros e sinceridade para conquistar os ouvidos logo na primeira audição, sendo destaque na mídia especializada como o jornal O Globo, a revista Time Out, os portais Vírgula e Yahoo, e os blogs independentes Move That Jucebox,  Rock` n Beats, Miojo Indie e RockinPress, além de muitos outros.

O FESTIVAL

Entre 12 e 16 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe a terceira edição do Festival Fora do Eixo, realizado pelo Circuito Fora do Eixo e pelo coletivo carioca Ponte Plural. A edição de 2012 apresenta bandas em destaque na nova cena musical brasileira em três cidades do estado: Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo. Em 2010, o Festival Fora do Eixo foi considerado pelo jornal O Globo, o “maior evento do indie nacional a acontecer no Rio em muito tempo”. Em 2011, o evento foi contemplado pelo primeiro Edital de Fomento a Festivais da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, nesse ano, o Festival integra o cronograma do projeto Conexão Vivo para realizar sua maior edição.

Acompanhe toda a programação!

 

Palco Fora do Eixo

Shows: Gaby Amarantos, João Brasil, Tereza e Mahmundi + DJ Uno

Data: 16/12/2012

Local: Circo Voador (Rio de Janeiro)

Endereço: Rua dos Arcos s/n, Lapa, Rio de Janeiro

Horário: 19h

Preço: Gratuito até 21h, após R$15 (meia-entrada) e R$30 (inteira)

Festival Fora do Eixo em Nova Friburgo

3 dez

No dia 14 de dezembro (sexta-feira), o Festival Fora do Eixo Rio de Janeiro sobe a serra até Nova Friburgo. Nessa noite, o Palco Serra Elétrica recebe o show da banda Autoramas, que lança o álbum “Música Crocante”, gravado com recursos arrecadados em uma campanha de crowdfunding. Também se apresenta a banda Folks, formada por remanescentes do underground carioca influenciados pelos sons que marcaram suas experiências de estrada ao longo dos anos. A banda O Vazio, que está atualmente gravando seu novo álbum, “Quem tá no rock é pra isso”, fecha a noite com seu um rock enérgico, criativo, irreverente e autêntico. Fechando a noite, a banda local Hell Oh traz seu de indie rock com influências do alternativo pós 2000 e de bandas de rock dos anos 60.

BANDAS

IMG_6186

Formada por Gabriel Thomaz (guitarra e vocais), Flávia Couri (baixo e voz) e Bacalhau (bateria), a Autoramas faz um som batizado em português como “Rock para Dançar”, uma mistura da surf music dos anos 60 com a new wave dos anos 80, mais influências de rockabilly, Jovem Guarda e a energia do punk rock, com guitarras com timbres marcantes, baixo distorcido e batidas dançantes.De 1997 pra cá já fez turnê pela Europa, lançou CD e DVD via MTV em sua versão acústica e nesse ano usou de um sistema de financiamento coletivo para angariar fundos e finalizar as gravações de seu novo álbum de estúdio, Música Crocante, que reflete uma nova e produtiva fase de amadurecimento musical do grupo e vem recebendo ótima aceitação pela crítica especializada, figurando entre os dez melhores discos nacionais de 2012 pela Revista Rolling Stone Brasil e pelo site Rock Press, além de ter sido eleito o melhor disco do ano pelo site Rock em Geral.

folks2

A Folks é formada por remanescentes do cenário underground carioca e com uma década de experiência nas costas, os integrantes Kauan Calazans (Voz), Caio Wes (Baixo), Paulinho (Guitarra/Voz), Sergio Sessim (Guitarra) e PV (Bateria/Voz) resolveram se unir para criar uma nova banda, com identidade única e sincera, onde as influências são os sons que marcaram as suas vidas e suas experiências de estrada ao longo desses anos. Produzido por Felipe Rodarte, no conceituado estúdio Toca do Bandido no Rio de Janeiro, a banda apresenta as músicas de seu primeiro álbum com um show impactante, dinâmico, cheio de atitude fazendo o bom e velho rock n’ roll!

o vazio foto

Atualmente em fase de gravação de seu novo álbum “Quem tá no rock é pra isso”, com lançamento previsto para o segundo semestre de 2012, conta com Erick Eler na guitarra, Bruno Eller no baixo, Victor Nogueira nos Teclados e Yann Stanízio na bateria que acompanham o  cantor João “O Vazio” na execução de um rock enérgico, criativo, irreverente e autêntico, de modo que tornou-se a principal referência de banda independente com trabalho autoral em Nova Friburgo.

177312_338263896272859_1827580296_o

A Hell Oh é uma banda de indie rock de Nova Friburgo com influências do alternativo pós 2000 e de bandas de rock dos anos 60, formada por Marcus Vinicius (Bruce) – Guitarra; Marco Tulio – Bateria; Maycon – Baixo; Raphael – Vocal e Guitarra. No momento, a banda está gravando no Estúdio Superfuzz seu primeiro EP, que será lançado no Festival Fora do Eixo.

O FESTIVAL

Entre 12 e 16 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe a terceira edição do Festival Fora do Eixo, realizado pelo Circuito Fora do Eixo e pelo coletivo carioca Ponte Plural. A edição de 2012 apresenta bandas em destaque na nova cena musical brasileira em três cidades do estado: Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo. Em 2010, o Festival Fora do Eixo foi considerado pelo jornal O Globo, o “maior evento do indie nacional a acontecer no Rio em muito tempo”. Em 2011, o evento foi contemplado pelo primeiro Edital de Fomento a Festivais da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, nesse ano, o Festival integra o cronograma do projeto Conexão Vivo para realizar sua maior edição.

Acompanhe toda a programação!

Palco Serra Elétrica

Shows: Autoramas, Folks, O Vazio e Hell Oh!

Data: 14/12/2012

Local: Caledônia 746

Endereço: Rua Joaquim José Silva n. 746, Caledônia, Nova Friburgo

Horário: 22h

Preço: R$10 (meia-entrada ou com 1kg de alimento) e R$20

Festival Fora do Eixo em Niterói

3 dez

No dia 13 de dezembro (quinta-feira), o Festival Fora do Eixo Rio de Janeiro atravessa a Ponte e desembarca na Praia de Icaraí, em Niterói, onde estará montado o Palco Pluralize. As bandas niteroienses Nayah e Bow Bow Cogumelo abrem a noite. Na sequência, se apresenta a carioca El Efecto, com o show do elogiado álbum “Pedras e Sonhos”, lançado em 2012. Fechando a segunda noite do Festival, O Teatro Mágico apresenta-se pela primeira vez na cidade com o show de seu mais recente álbum, “A Sociedade do Espetáculo”, que completa a trilogia da trupe que se consolidou como principal fenômeno da internet no Brasil, com mais de seis milhões de downloads oficiais na rede, milhões de views no Youtube, centenas de seguidores e fãs em redes sociais, além de grande visibilidade na mídia tradicional. O som nos intervalos fica por conta do DJ Pantoja, das festas Hey Joe e Fuss.

BANDAS

OTM-Base-Fernando

“A Sociedade do Espetáculo” vem para completar a trilogia da Cia musical O Teatro Mágico. Há mais de 8 anos na estrada, a trupe se consolidou como principal fenômeno da internet no Brasil, obtendo mais de 6 milhões de downloads oficiais na rede, Milhões de views no Youtube, centenas de seguidores e fãs em redes sociais além de aparições importantes em programas da mídia tradicional. Este novo trabalho representa o amadurecimento musical da banda no último período, que compreende o lançamento do “Segundo Ato” (2008) e agora. Com o grande diferencial da produção de Daniel Santiago, integrante da banda e parceiro de Hamilton de Holanda, músicos entre os principais expoentes da musica instrumental contemporânea brasileira, “A Sociedade do Espetáculo” tem seu diferencial na inovação estética musical, capaz de reunir elementos da música internacional com uma forte brasilidade, fazendo assim, uma fusão de ritmos.

Foto(4)

A El Efecto é formada por cinco caras instigados, malemolência sintática coerente e ritmos, vozes e instrumentos diferentes musicando tudo em harmonia. El Efecto é plural, um remelexo no lixão da história mundial, são riffs, é flauta, é frevo, violino, sertão, cotidiano, cajón, cavaquinho, um batidão, tango argentino, subversão, cúmbia, catarse, religião, interrogação, transgressão, trompete, trapézio, blues, televisão, miséria, mazelas, pedras, sonhos, ciclos, o caçador e a caça, diversão de graça, fim de tarde na praça, domingo no circo, debate, abate, minoria, poesia, utopia, movimento anti-paralisia, as pessoas e suas (des)humanidades. Tudo junto e harmonizado, sem perder a coerência jamais. As letras cantam política, questões e patologias sociais, as cirandas sem fim, ou chamam à simplicidade e à beleza do silêncio.

Nayah

A Nayah surgiu em Niterói  e tem como principais influências o reggae, a música popular brasileira, o rock, o ska, o samba e outros ritmos brasileiros. Criando uma musicalidade original e envolvente, suas músicas falam do amor, dos sonhos, da felicidade e da vida.

bowbow

As músicas da Bow Bow Cogumelo refletem a soma das influências de seus integrantes, que vão do rock aos ritmos brasileiros, passando pelo Dub e Rap. Atualmente a banda está em estúdio gravando suas músicas autorais, com produção do cantor Marcos Sabino, que serão lançadas em breve nas redes sociais da banda.

O FESTIVAL

Entre 12 e 16 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe a terceira edição do Festival Fora do Eixo, realizado pelo Circuito Fora do Eixo e pelo coletivo carioca Ponte Plural. A edição de 2012 apresenta bandas em destaque na nova cena musical brasileira em três cidades do estado: Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo. Em 2010, o Festival Fora do Eixo foi considerado pelo jornal O Globo, o “maior evento do indie nacional a acontecer no Rio em muito tempo”. Em 2011, o evento foi contemplado pelo primeiro Edital de Fomento a Festivais da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, nesse ano, o Festival integra o cronograma do projeto Conexão Vivo para realizar sua maior edição.

Acompanhe toda a programação!

Palco Pluralize

Shows: O Teatro Mágico, El Efecto, Nayah e Bow Bow Cogumelo + DJ José Pantoja (Festas Hey Joe e Fuss)

Data: 13/12/2012

Local: Praia de Icaraí (Niterói)

Horário: 18h

Preço: Entrada Gratuita

Lançamento do Festival Fora do Eixo no Studio RJ

3 dez

A festa de abertura do Festival Fora do Eixo Rio de Janeiro será no Studio RJ, no dia 12 de dezembro (quarta-feira), em uma edição especial do evento “Cedo e Sentado Fora do Eixo”, que tem entrada franca. Nesta noite, o palco Cedo e Sentado recebe o lançamento dos discos de duas bandas formadas por dream teams da nova geração musical: Me and The Plant e Fábrica.

BANDAS

VITOR PATALANO_ME AND THE PLANT

Produtor musical graduado na London School of Sound, o carioca radicado em São Paulo há mais de dez anos Vitor Patalano, ou “a planta”, está à frente do projeto  Me and The Plant que lança seu álbum de estreia “The Romantic Journeys of the Pollen” com co-produção, guitarras, efeitos e e sintetizadores de Alexandre Kassin (produziu álbuns de Caetano Veloso e Los Hermanos); bateria de Rodrigo Barba (Los Hermanos), baixo de Gabriel Bubu (Do Amor) e teclados e slide guitar de Marcos Lobato (O Rappa). O disco, que traz treze faixas em inglês, contou com a mixagem do técnico de som e produtor norte-americano Roy Cecala, homem de confiança de artistas como Frank Sinatra, John Lennon, Patti Smith, Yoko Ono, Madonna, Aerosmith e Sting.

DIVULGAÇÃO 1

Formada por membros oriundos de outras bandas do cenário underground carioca, Fábrica é o projeto de Emygdio (Sobre a Máquina) que junto aos amigos Ricardo Gameiro (Sobre a Máquina, Cícero), Lucas Alves (Stereomob) e Gabriel Feitosa (Stereomob) lançou disco homônimo de forma independente em 2012, com produção de Igor Ferreira (trabalhos com Orquestra Imperial, Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta entre outros) e Emygdio. Com poética vinda do que houve de melhor na última década, o quarteto flerta com a nova e velha mpb, passando pelo indie rock, sempre adicionando a influência que cada membro traz de sua respectiva trajetória. Escolhida como primeiro single, a faixa “Melhor que eu” ganhou clipe filmado no antigo formado VHS, gravado na mesma sala onde boa parte do disco foi registrado.

O FESTIVAL

Entre 12 e 16 de dezembro, o Rio de Janeiro recebe a terceira edição do Festival Fora do Eixo, realizado pelo Circuito Fora do Eixo e pelo coletivo carioca Ponte Plural. A edição de 2012 apresenta bandas em destaque na nova cena musical brasileira em três cidades do estado: Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo. Em 2010, o Festival Fora do Eixo foi considerado pelo jornal O Globo, o “maior evento do indie nacional a acontecer no Rio em muito tempo”. Em 2011, o evento foi contemplado pelo primeiro Edital de Fomento a Festivais da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e, nesse ano, o Festival integra o cronograma do projeto Conexão Vivo para realizar sua maior edição. Acompanhe toda a programação!

Palco Cedo e Sentado

Shows: Me and The Plant e Fábrica
Data: 12/12/2012
Local: Studio RJ
Endereço: Av. Vieira Souto n. 100, Ipanema, Rio de Janeiro
Horário: 20:30h

Preço: Quanto Vale o Show? A entrada no Cedo e Sentado Fora do Eixo é gratuita e na saída o público pode contribuir com R$0, R$5, R$10 ou R$15. O total arrecadado é distribuído entre os artistas, ajudando a potencializar o cenário e a carreira das bandas.

Invasão Hip-Hop no Festival Fora do Eixo

15 dez

Hoje a programação do Festival Fora do Eixo segue desta vez no Urucum, na Vila Madalena. As atrações da noite são Semente de Vulcão, banda que traz composições regionais, carregadas de psicodelismo e sinestesias; Linha Dura, cuiabano engajado em movimento social e militante do Movimento Hip-Hop. E animando as pistas de dança o DJ Mok, trabalha com sets bem ecléticos, dando destaque para o nu-jazz, afrobeat e música brasileira.

E nesta quinta-feira o que marca o quinto dia do Congresso Fora do Eixo,é a dinâmica da não-grade com os encontros de avaliação do Fora do Eixo, as miniconferências com convidados, observatórios, intervenções artísticas e oficinas. A grande novidade que acontece no Paço das Artes é o Encontro da Universidade da Cultura Livre, que debaterá o papel da cultura na formação e transformação social, e o Seminário do Audiovisual, dedicado aos temas ligados à imagem, cinema e vídeo.

A programação começa às 10h com as reuniões das Regionais Fora do Eixo, onde cada regional se reune para a discussão de visões sobre ações passadas, análise da regional dentro do congresso e planejamento para projetos futuros. Segue na programação com o Seminário da Música, no Anfiteatro Guanieri – USP que mais uma vez recebe os debates norteados pelo Banco de Temas. Seguindo com a programação da #VivênciaComunitária de interação o Tudo Junto e Misturado no Campo Limpo. 

 

Serviço:

15/12 – Quinta-feira
Espaço Urucum – 23h
Rua Cardeal Arcoverde, 1598 – Vila Madalena
Atrações: Semente de Vulcão (PE),Linha Dura (MT), DJ Mok (SP).
Entrada Gratuita

Saiba mais sobre o IV Congresso Fora do Eixo!

Atualize-se e confira a programação completa do Festival.

14 dez

Os dias de IV Congresso Fora do Eixo as dinâmicas estão mais intensivas e práticas, a sede de conhecimentos e inicia logo nas primeiras horas da manhã, na Cidade Universitária. Dando do continuidade as Conversas Infinitas, os grupos de discussão fomentam cada vez mais o compartilhamento de ideia. As reuniões seguem os mesmos moldes, em formato de círculos espalhados por todo o complexo do Paço das Artes, as pautas são diversas como os encontros da Abrafin – Associação Brasileira de Festivais Independentes; Rádio livre e web-rádio, Produção e sonorização musical; Descolarização; Seminários da Música, que debate a circulação, distribuição, e a comercialização da cultura musical na atualidade dentro da proposta de horizontalidade como auto-gestão, e bandas cada vez mais independentes que é o circuito cultural Fora do Eixo.

O Festival Fora do Eixo também segue intenso, o #CedoeSentado, festa que acontece as terças-feiras no StudioSP Augusta em parceria com a Casa Fora do Eixo, foi anfitriã da segunda noite de Festival. A noite iniciou por volta das 22h com as atrações Cérebro Eletrônico (SP), apresentando seu disco “Deus e o Diabo no Liquidificador” consolidando o seu estilo de rock alternativo com referências tropicalistas, já na linha do rock britanico a Pública (RS) deu um show de estilo e originalidade. A festa lotou a casa de congressistas que esquentaram a pista de dança ao som do Dj Barata e sua mistura de ritmos, priorizando o funk e o soul, uma quimica perfeita. O encerramento ficou por conta do powertrio Macaco Bong (MS) que além das quase duas horas de sonzeira e quatro músicas inéditas do próximo album, contou com um show a parte de Bruno Kayapy e sua guitarrada elétrica.
Na quarta a festa desta vez é no bar Grazie a Dio, nas próximidades de Vila Madalena, seguindo com a idéia da Não-Grade o Festival Fora do Eixo, acontece em oito lugares diferente de São Paulo. A festa recebeu diversos convidados e a diversão ficou por conta de bandas de peso para agitar mais a noite de festival: Zinho Trindade, Mc da Capital Paulista, conhecido pela sua grande facilidade em improvisação, acompanhado de sua banda, “O Legado de Solano” seguindo uma linha contemporânea com a tradição da musica regional e da cultura popular dita de raiz e folclórica. Dj Haru e seu som contagiante animou as pista nos intervalos entre as bandas LoUngetude46, Vaudeville (RS), e a banda marcada pelo ecletismo sonoro, Casa di Caboclo.

A programação do festival segue durante a semana, com bandas independentes e djs criando um ambiente animado e descontraído para receber os participantes do IV Congresso Fora do Eixo.

Serviço:

15/12 – Quinta-feira
Espaço Urucum – 23h
Rua Cardeal Arcoverde, 1598 – Vila Madalena
Atrações: Semente de Vulcão (PE),Linha Dura (MT), DJ Mok (SP).
Entrada Gratuita

16/12 – Sexta-feira
Paço das Artes – 21h
Av. Universidade, 1 – USP
Atrações: Vandaluz (MG), Bandinha di da dó (RS), Liss (SC), DJ Big Bross (BA).
Entrada Gratuita

17/12 – Sábado
Centro Cultural Rio Verde – 23h
Rua Belmiro Braga, 119 – Pinheiros
Atrações: Vitor Santana + Marcos Suzano, Vitoriano (CE), Vejaluz (SP), Discotecagem Radiofônica Independência ou Marte (SP).
Entrada Gratuita

18/12 – Domingo
Casa Fora do Eixo São Paulo – 13h
Rua Scuvero, 282 – Liberdade
Atrações: Projota (SP), Aeromoças e Tenistas Russas (SP), My Midi Valentine (AL), Ambulantes (SP), Bicicletas de Atalaia (SP), Visitantes (SP), Hazamat (PB), DJ Niggas (SP).
Entrada com nome na lista: contato@foradoeixo.org.br